Interrupção de chamada

Nesta sexta-feira, 26, a Administração Nacional de Segurança no Trânsito nas Estradas dos EUA (NHTSA, na sigla em inglês) afirmou que a Tesla está fazendo um recall de aproximadamente 200 mil veículos, que inclui os modelos S, X e Y de 2023.

O problema está na câmera traseira e relacionado a um mau funcionamento de software, que pode obstruir a visibilidade dos motoristas ao dar marcha à ré.

+ Tesla prevê desacelerar crescimento de vendas em 2024 e perde US$ 80 bi em valor de mercado
+ Tesla reduz preço do Model Y na Europa, após cortes na China

Com isso, é possível que ocorra uma diminuição da visibilidade do motorista e, consequentemente, aumentar o risco de um acidente, afirmou a agência de segurança.

A medida ocorre menos de dois meses após a companhia fazer o recall de quase todos os seus veículos nos EUA para instalar novas proteções em seu sistema avançado de assistência ao motorista, o Autopilot.

A Administração Nacional de Segurança no Trânsito nas Estradas dos EUA (NHTSA, na sigla em inglês) abriu investigação sobre o Autopilot em agosto de 2021, após identificar mais de uma dúzia de acidentes nos quais veículos Tesla colidiram com veículos de emergência estacionados.

Interrupção de chamada Mapa do site