Interrupção de chamada

A nova BMW Motorrad R 1300 GS está confirmada para desembarcar no segundo trimestre no mercado brasileiro. Ela começa a ser fabricada em fevereiro na planta da montadora em Manaus (AM).

“A BMW Motorrad estabeleceu um novo segmento de Enduro Touring há mais de 40 anos, com a R 80 G/S, e os modelos BMW Motorrad GS com motor boxer têm liderado o segmento de motocicletas aventureiras também no Brasil. Para seguirmos essa trilha de sucesso, a nova BMW R 1300 GS incorpora um design quase completamente novo, com novo motor, capacidade de manobra acima da média e grande qualidade de pilotagem. Trata-se de uma moto com a qual, mais uma vez, vamos surpreender a concorrência”, afirma Julian Mallea, CEO da BMW Motorrad Brasil, à imprensa.

+ Customização: R18 adota diferentes visuais em projeto da BMW Motorrad; veja como ficaram
+ BMW Motorrad amplia produção de motos no Brasil e prepara mais lançamentos

BMW Motorrad R 1300 GS Triple Black – Crédito: Divulgação

Mudanças

A motocicleta ficou mais leve e pesa 12 kg a menos que a antecessora BMW R 1250 GS. Além disso, ela será equipada com o motor boxer de dois cilindros.

O modelo conta com o novo farol full LED, além do opcional “Headlight Pro”, que se adapta durante uma curva de acordo com a inclinação da moto.

Como o nome indica, o motor de 1.300 cc desenvolve uma potência de 145 cv de potência a 7.750 rpm, com torque máximo de 149 Nm a 6.500 rpm. Trata-se do motor boxer BMW mais potente já produzido em série.

Agora, a R 1300 GS possui quatro modos de pilotagem em vez de três. São eles: “Rain”, “Road”, “Eco” e “Enduro” – este último permite uma experiência melhorada com uma configuração específica para utilização off-road.

Para o Brasil, o CEO promete algumas versões. No mercado europeu, por exemplo, é possível encontrá-la em pelo menos três: R 1300 GS Trophy, R 1300 GS Triple Black e R 1300 GS Option 719 Tramuntana.

A Triple Black é uma variação com tonalidades em preto e apresenta superfícies exclusivas.

Para o modelo GS Trophy, há o acabamento básico “Racing Blue” metálico, com faixas e inscrições vermelhas e brancas combinadas com uma estrutura traseira revestida em branco metalizado.

BMW R 1300 GS – Crédito: Divulgação

Na versão 719 Tramuntana, ela combina rodas de raios cruzados em dourado com uma pintura em Verde Aurelius metalizado, além de peças em alumínio fresado.

BMW R 1300 GS – Crédito: Divulgação

Suspensão

A nova suspensão na roda dianteira “EVO Telelever” tem elemento flexível e a nova suspensão na roda traseira “EVO Paralever” foi revisada para mais precisão e estabilidade de pilotagem, segundo a BMW.

O novo sistema DSA (Dynamic Suspension Adjustment) combina o ajuste dinâmico do amortecimento dianteiro e traseiro com um ajuste correspondente e taxa de retorno, dependendo do modo de pilotagem selecionado, da condição de pilotagem e das manobras, enquanto o ajuste automático de retorno assegura a compensação de carga, diz a marca.

Em conjunto com o DSA, como opcional de fábrica, dois itens adicionais de equipamento serão oferecidos para a suspensão da nova BMW R 1300 GS: o novo controle adaptativo de altura da moto e a suspensão esportiva.

Assistentes de pilotagem

A lista de assistentes de pilotagem da R 1300 GS agrega: Active Cruise Control (ACC), Front Collision Warning (FCW) e Lane Change Warning (SWW).

Lançamentos

A R 1300 GS será o quarto modelo dos sete prometidos até 2025, todos produzidos na planta Manaus. A marca já oferece a roadster F 900 R, a esportiva S 1000 RR e a scooter C 400 X.

Planta de Manaus

Os lançamentos fazem parte do aporte anunciado em 2022 de R$ 50 milhões do BMW Group para a planta manauara. Para isso, houve a ampliação de 13% em sua capacidade anual de produção (de 15 mil para 17 mil motos por ano). Ela também passou por uma ampliação de 50% de sua área útil, com a inauguração do prédio 3 da fábrica.

Interrupção de chamada Mapa do site