Interrupção de chamada

O Ford Mustang Mach-E, SUV elétrico que será lançado ainda este ano no Brasil, recebeu nota máxima nos novos testes de impacto do IIHS (Insurance Institute for Highway Safety), instituto ligado às seguradoras que avalia o nível de segurança dos veículos nos Estados Unidos.

Vale ressaltar que a cada ano os requisitos da entidade ficam mais rigorosos e o principal complemento introduzido agora é o teste de colisão frontal moderado IIHS 2.0, que inclui a medição do impacto nos ocupantes do banco traseiro, além dos passageiros dianteiros.

Ford Mustang Mach-E GT – Foto: Divulgação

+ Ford Mustang Mach-E é transformado em carro fúnebre
+ Mustang Mach-E, que desembarca no Brasil só em 2023, já ganha hotsite
+ Ford investe em engenharia; Mustang Mach-E é testado no Brasil
+ Avaliação: SUV elétrico, Ford Mustang Mach-E é evolução difícil de digerir
+ Ford amplia produção, principalmente de elétricos, para atender demanda

Como funciona a avaliação?

A avaliação do IIHS abrange dois aspectos: sendo a proteção que o veículo oferece aos ocupantes em impactos e a eficiência das tecnologias do veículo em prevenir acidentes ou reduzir a sua severidade.

A nota máxima para o Mustang Mach-E inclui impacto dianteiro e lateral, resistência do teto e integridade dos bancos e apoios de cabeça para proteção dos ocupantes.

Ford Mustang Mach-E GT – Foto: Divulgação

Destaques

Outro detalhe é que o seu sistema de frenagem automática mostrou desempenho superior tanto na prevenção de acidentes com outros veículos como na proteção de pedestres.

Dentre os 13 utilitários esportivos de porte médio avaliados agora pelo IIHS, somente quatro atingiram a nota máxima – incluindo o Mustang Mach-E e o Explorer.

Ford Explorer e Mustang Mach-E – Foto: Divulgação

As versões GT e Premium do Mach-E, equipadas com faróis de LED aprimorados, conseguiram o selo “Top Safety Pick” do IIHS, de melhor da categoria.

“O uso de cintos de segurança com pré-tensionador e tecnologia de limitação de carga é outro recurso que tem contribuído para o bom desempenho dos veículos da Ford nos testes de segurança mais recentes”, afirma a marca, em nota divulgada.

PreviousNext

MAIS NA Interrupção de chamada:

+ SUVs mais vendidos: motivos pra comprar (e pra não comprar)
+ Carros seminovos desvalorizam no mercado; veja quanto
+ Toyota Hilux completa 55 anos de existência; veja a sua trajetória
+ Veja qual é o significado dos códigos de erro nos painéis dos Chevrolet
+ Avaliação: Volkswagen Polo Track é um carro honesto, mas já subiu de preço
+ Primeiro teste: 100% elétrico e menor do que o Renegade, o Avenger é um verdadeiro Jeep?
+ Sprinter vira motorhome completo; conheça o modelo
+ BYD bate recorde de importação de carros eletrificados para o Brasil
+ Suzuki Jimny recebe versão com ‘visual retrô’ e limitada em 300 unidades
+ Volkswagen vende 7 mil unidades do Polo em 2 horas, após campanha
+ GWM entra definitivamente no mercado brasileiro, com o Haval H6 HEV
+ Toyota Corolla Cross chega à linha 2024 sem alterações; veja os preços
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos – SUVs médios: Chevrolet Equinox vs. Jeep Compass
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Honda City Sedan vs. Chevrolet Onix Plus
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Peugeot 208 vs. Hyundai HB20
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe
+ Multimídia e rádio: nova marca estreia no mercado automotivo
+ McLaren P1 completa 10 anos; conheça o hipercarro híbrido

Interrupção de chamada Mapa do site