Interrupção de chamada

Após entrar em pré-venda, a nova Watts W125 chega às concessionárias da marca em todos os Estados do Brasil a partir de R$ 19.990. O modelo vai disputar o mercado com a Voltz EVS (R$ 20.390).

Vale destacar que a opção com duas baterias sai por R$ 24.990. O fabricante diz que cada bateria oferece autonomia de até 75 km, ou seja, os compradores que optarem pela versão completa terão até 150 km de percurso garantido.

A motocicleta possui um motor de 3.000 W e sistema elétrico de tecnologia “LIPO4”, que garante um carregamento rápido de até 80% em 1 hora. Sua velocidade máxima é de até 90 km/h.

+ Watts lança a moto elétrica W125 e promete mais 4 em 2023 no Brasil
+ Voltz prepara cinco lançamentos e tem fila de espera até 2023
+ Voltz inicia a operação de sua fábrica de motos elétricas em Manaus
+ Voltz e iFood lançam moto elétrica para entregadores por R$ 10 mil

De série, o modelo conta com sistema de ré, painel digital, entrada USB, freio a disco na dianteira e traseira (CBS), entrada USB e farol de LED, além de alarme e controle para desligar sem o uso da chave. Ela suporta até 120 Kg e até 20 kg no baú.

“Fazendo um comparativo com os modelos comuns de 125cc disponíveis no mercado, para recarregar uma W125, que já ultrapassou 7.000 km rodados, por exemplo, o proprietário gastará em média apenas R$ 130 com energia. No caso do modelo tradicional, a combustão, o valor pode chegar a R$ 1.200, dependendo dos preços dos combustíveis ofertados em cada região”, explica Rodrigo Gomes, fundador da Watts, em nota divulgada.

Ele frisa que o custo para rodar 1.000 Km com o lançamento é de R$ 20 aproximadamente, dependendo do custo de energia de cada região.

Para a moticicleta, a Watts promete programas de revisões gratuitas quando a W125 completar 1.000 km e 5.000 km rodados.

Vale ressaltar que, apesar de elétrica, é necessária habilitação tipo A para pilotá-la.

MAIS NA Interrupção de chamada:

+ SUVs mais vendidos: motivos pra comprar (e pra não comprar)
+ Marca da Huawei inicia as vendas de carros elétricos no Brasil em março
+ Volkswagen quer passar imagem de robustez para substituto do Gol
+ Teste Rápido: Nova Chevrolet Montana Premier surpreende
+ Confira qual é o valor do seguro dos carros 0km mais vendidos em 2023
+ Quais são os SUVs 0 km mais vendidos em 2023? Confira o ranking
+ Carro por assinatura vale a pena? Confira um guia completo com preços, vantagens e desvantagens
+ Avaliação: Toyota Corolla Cross híbrido põe o consumo acima de tudo; vale a pena?
+ GM faz recall do Tracker por possível problema na bandeja de suspensão
+ VW Virtus ganha reestilização com novas versões; veja os preços
+ Veja qual é o significado dos códigos de erro nos painéis dos Chevrolet
+ Nissan Sentra, que chega em março, tem mais informações reveladas
+ Confira quais são os 10 carros flex a combustão mais econômicos
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos – SUVs médios: Chevrolet Equinox vs. Jeep Compass
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Honda City Sedan vs. Chevrolet Onix Plus
+ Comparativo – desafio aos mais vendidos: Honda HR-V vs. Volkswagen T-Cross
+ Comparativo de Carros Elétricos: Peugeot e-208 GT vs. Mini Cooper SE vs. Fiat 500e vs. Renault Zoe

Interrupção de chamada Mapa do site