Interrupção de chamada

AJAC Motors,que reduziu o valor do E-JS1 de R$ 145.900 para R$ 139.900 no meio do ano, agora pratica uma nova queda para R$ 126.900. Vale lembrar que o compacto, em 2022, chegou a custar R$ 164.900 no mercado brasileiro.

“Embora o volume de vendas totais dos modelos 100% elétricos ainda seja pequeno no Brasil, inferior a 1%, o crescimento desse segmento, que registrou alta de cerca de 45% de janeiro a setembro deste ano frente ao mesmo período de 2022, chamou a atenção da JAC Motors na China. Explicamos que o impacto de cerca de 5 a 7% no reposicionamento do preço refletiria num aumento de 20 a 30% nas vendas do E-JS1. E a matriz concordou”, explicou Sergio Habib, presidente do Grupo SHC e da JAC Motors Brasil, à imprensa.

+ Mercedes inicia as vendas dos novos GLA e GLB eletrificados no mercado brasileiro
+ Citroën apresenta C3 elétrico na Europa com novo visual

A queda no preço do veículo da JAC não é novidade e também vem sendo adotada por outras marcas.

Como exemplos, a Caoa Chery deixou o iCar R$ 20 mil mais barato (de R$ 139.990 para R$ 119.990) e a Renault comercializa o Kwid E-Tech a R$ 139.990 – corte de R$ 10 mil ante o valor anterior.

Caoa Chery iCar
Caoa Chery iCar – Foto: Divulgação

Um fato que pode ter acelerado a queda de preços para que os modelos continuem competitivos no mercado foi a chegada de cada vez mais modelos elétricos, como os da BYDeGWM, para citar. Para se ter uma ideia, em setembro deste ano foram emplacadas 1.036 unidades do Dolphin(R$ 149.800).

BYD Dolphin – Crédito: Divulgação

 

Interrupção de chamada Mapa do site