Interrupção de chamada

Nesta quinta-feira, 1, os rumores da imprensa internacional sobre a saída de Lewis Hamilton da Mercedes e sua possível ida à Ferrari ganharam corpo.

Após as divulgações, a própria Mercedes confirmou que o inglês deve deixar o time.

“A equipe Mercedes-AMG Petronas F1 e Lewis Hamilton vão se separar ao final da temporada de 2024. Lewis ativou uma opção de liberação no contrato anunciado no ano passado”, afirmou em nota à imprensa.

Trata-se do fim de uma parceria de 11 anos com a alemã.

“Em termos de dupla de pilotos de equipe, nosso relacionamento com Lewis se tornou o mais bem-sucedido que o esporte já viu, e isso é algo que podemos olhar para trás com orgulho; Lewis sempre será uma parte importante da história do automobilismo da Mercedes. Mas, por enquanto, ainda temos uma temporada pela frente e estamos focados em correr para entregar um 2024 forte”, diz Toto Wolff, diretor da equipe e CEO.

Hamilton também comentou.

“Tive 11 anos incríveis com esta equipe e estou muito orgulhoso do que conquistamos juntos. A Mercedes faz parte da minha vida desde os meus 13 anos. É um lugar onde cresci, então tomar a decisão de sair foi uma das mais difíceis que já tive que tomar. Mas é o momento certo para dar esse passo e estou animado para assumir um novo desafio. Serei eternamente grato pelo incrível apoio da minha família Mercedes, especialmente do Toto por sua amizade e liderança e quero terminar juntos em alta. Estou 100% comprometido em entregar o melhor desempenho possível nesta temporada e fazer do meu último ano com os ‘Silver Arrows’ um ano inesquecível.”

 

Interrupção de chamada Mapa do site